PALAVRA DA SEMANA

26 jul, 2014
deniojunior

Solucionando conflitos

l Texto Bíblico: Mateus 18.15-20 l

INTRODUÇÃO: Talvez não haja em todo o Novo Testamento uma passagem tão clara a respeito de resolução de conflitos do que Mateus 18. Embora Jesus fale sobre pecados diretos contra alguém cometidos na igreja, suas palavras sugerem princípios mais amplos. De acordo com as palavras de Jesus, pecados cometidos diretamente contra alguém e ofensas que podem ser remediadas deveriam ser uma prioridade para nós. Ele, inclusive, nos recomenda que posterguemos ofertas e culto a Deus se lembrarmos que temos alguma falta não-resolvida com alguém. (Mt. 5.23-24).
Conflitos sempre vão surgir em uma organização. As pessoas discordam porque têm circuitos diferentes e têm agendas diferentes. Perceba o que Jesus ensinou a respeito dos conflitos nas organizações quando alguém, claramente, fez algo de errado.

I – Inicie um contato (v.15).
II – Aborde a pessoa em particular (v. 15).
III – Se não houver entendimento, encontre com ela novamente na presença de uma ou mais pessoas (v. 16).
IV – Reafirme os fatos no encontro e aja no sentido de encontrar uma solução (v. 16).
V – Se não houver entendimento, leve a questão para a organização igreja.
VI – Concorde com as opções apropriadas e verdadeiras para quem ofendeu (v. 17).
VII – Se não houver resolução, exclua aquele que ofendeu da igreja ou organização.
Atrás desse processo está a autoridade que Jesus deu aos líderes da igreja (vs18-20). Nós devemos agir com sabedoria, porque nós temos uma autoridade dada por Deus (v.18), e porque Deus confirmará a apoiar as decisões tomadas em harmonia (v.19), e porque Ele está presente quando nos reunimos em seu nome (v.20).

DICAS PARA SOLUÇÃO DE CONFLITOS:
1.Resposta branda – Pv. 15:1. Você pode ganhar uma discussão e perder um relacionamento.
2.Humildade – Tg. 4:6b. Ter e agir como se não tivesse, saber e agir como se não soubesse e ser e agir como se não fosse.
3.Intimidade com Deus – Sl. 25:14. Pague o preço de um devocional diário com Deus de no mínimo uma hora de oração por dia, leia e medite em pelo menos três capítulos da Bíblia por dia e jejue pelo menos uma vez por semana.
4.Aceitar a repreensão – Pv. 15:32. Amar a repreensão, ser receptivo às críticas para se tirar proveito delas nos faz crescer.
5.Carisma – habilidade de se atrair as pessoas (ter mel na vida).
6.Concentrar-se na necessidade das pessoas. Dar-se em prol do semelhante é o mais alto padrão de vida a ser vivido.

CONCLUSÃO: Precisamos de sabedoria divina para solucionarmos conflitos nos nossos relacionamentos. A sabedoria é a capacidade espiritual de ver e avaliar a nossa conduta do ponto de vista de Deus. Inclui fazer escolhas sábias e praticar as coisas certas de conformidade com a vontade de Deus revelada na sua palavra e na direção do Espírito Santo. Podemos receber sabedoria indo a Deus e pedindo-lhe com fé, para solucionarmos conflitos.

Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.Tiago 1:5

Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Tiago 3:17

Com amor, vosso servo Pr Dênio Lara